Votos do utilizador: 3 / 5

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Ouvi dizer na comunicação social que os  grupos do Carnaval da cidade da Praia não vão ocupar, este ano a avenida Cidade de Lisboa

Tudo por causa da descriminação “ positiva” do Ministério da Cultura e das Industrias Criativas para com o Carnaval do Mindelo e da Ribeira Brava.

Ora Bingo! De todas as  inúmeras iniciativas que o ministro, Sangue-Novo, já tomou neste tão curto período de governação, esta foi a mais acertada. Acabou a aberração do Carnaval na Praia, pelo menos por este ano a festa da Cinza vai ser rija.

Digo aberração, sem djobe pa lado, porque já  tive a oportunidade de assistir ao Carnaval nestas três cidades em questão e para ser sincera,  do Carnaval da Praia não tenho pena, nem saudades e nem vou prestar solidariedade nenhuma.

Lembro do Carnaval da Praia vejo uma ala da bandeira de Cabo Verde, outra do pano de terra, e  centenas de foliões com a cara espantada tentando agradar,  somente e a todo o custo, a bancada dos “Kopuletes” alinhados no centro da avenida.

O pouco brilho que tem ganho nos últimos anos, com as poucas pluma e brilhantes tem sido impulsionado por gentes da ilha de São Vicente  que vivem na capital, e que se alinham aos grupos tentando melhorar o produto, mas aquilo não tem cura, não está no sangue nem na cultura dos praienses. 

Nunca vai estar a altura de São Vicente ou Ribeira Brava com apoio ou sem apoio. E olha que ouvi dizer que no ano passado nem receberam  um centavo do Governo e que  mesmo com a descriminação positiva o Abraão, este ano estava  disposto a dar-lhes  "um soco na rosto".

Ainda bem que desistiram, e o dinheiro que ia ser gasto pode ficar para a Tabanka ou para apoiar projectos de  algum jovens "magnata" que quer se projectar na vida.

Bai Bai Carnaval da Praia.  E dai que não vão desfilar? Só sentirei saudades  do sorriso das crianças do Acarinhar dançando alegremente na avenida, e peçopor favor para   se juntarem às crianças do primário e dos jardins infantis que trazem muito mais brilho para a avenida LC do que os grupos oficiais.

O bom de tudo isto é que vai sobrar dinheiro à vontade para a festa de cinza, logo a seguir.  Muito peixe seco, cuscuz com mel e couve fervido porque é nisto que são bons como canta o Djodje – “  Kume Bebi, Kume Bebi e quel la qui nos Bom! 

Quanto ao ministro Abrão Vicente,  devo lhe  dizer para não ceder à pressão nenhuma. Guarda aquele dinheiro que ia dar aos grupos da Praia para comprar mais passagens para mais viagens para Europa, States, e África ou talvez Ásia e Oceania onde ainda acho não foste,  porque não vi fotos no facebook, maroto!