Votos do utilizador: 0 / 5

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

A União Europeia irá financiar cinco projetos do turismo sustentável no quadro do Programa Temático para Organizações da Sociedade Civil e Autoridades Locais

O Movimento África 70 com o projecto “Comunidades no Centro: a identidade local como factor de desenvolvimento do turismo sustentável”, a Federação Cabo-verdiana de Associações de Pessoas com Deficiência com o projecto “Acesso à Cultura em Cabo Verde e desenvolvimento turístico e de representação das pessoas com deficiência” foram alguns dos escolhidos.

Também foram seleccionados o Instituto Marquês de Valle Flôr com o projecto “Turismo solidário e comunitário na ilha do Maio”, a Associação de Defesa dos Património de Mertola com projecto “Raízes – Redes locais para turismo sustentável e inclusivo em Santo Antão” e o COSPE com o projecto “Rotas do Fogo: modelo do agro-turismo com reforço das organizações locais do turismo rural e sustentável na ilha do Fogo”.

O objectivo dos projectos que terão a duração de 36 meses, é promover o turismo sustentável para a geração de rendimentos e a melhoria das condições socioeconómicas das comunidades beneficiárias, assim como contribuir para a diversificação da oferta turística em áreas onde o sector é pouco desenvolvido no arquipélago, como rural, cultural, comunitário, ecoturismo, turismo activo e inclusivo.

De recordar que a União Europeia já tinha disponibilizado 55 mil contos para projetos turísticos em Santo Antão.

Fonte : Turisver